O estilista José Carlos Ribeiro Ferreira e Rosimeri Pella

Ao longo da vida, tomamos conhecimento de determinadas pessoas que cremos, por seus dotes prematuros, terem nascido com talento. Sou dessas que acredita que isso é também uma dádiva de Deus. Ao longo da história, muitos e grandes talentos se destacaram em diversas áreas, como na pintura, música, medicina, moda, letras, e por aí vai. Recentemente, uma história me encantou e emocionou. Falo do sensível e talentoso José Carlos Ribeiro Ferreira, um jovem de origem humilde e que, sem nenhum estudo, se mostrou, desde pequeno, um desenhista exemplar – especificamente em croquis de moda.

Tudo começou enquanto copiava, em papel fino, suas imagens preferidas dos poucos jornais e revistas que conseguia, já que não possuía acesso aos estudos, como ele mesmo me contou. Mas a sobrevivência falou mais alto, e era preciso ajudar a família. Assim, foi trabalhar em uma padaria e, logo em seguida, como empregado doméstico. Mas a paixão pelo desenho era forte, então passou a criar e vender seus trabalhos. Sua inspiração vinha das vitrines de lojas, que ele passou a observar e colocar no papel.

E foi em uma calçada de rua que ele expôs seus trabalhos, passando a vendê-los ao preço de um real cada. Um dia, ao passar e ver sua criatividade, uma moça se interessou, pagando 10 reais por um dos desenhos, e disse, “seu trabalho é ótimo, vale mais que um real”.

Essa moça foi quem colocou seus traços de moda na internet e, para seu espanto, acabou atingindo o número de 10 mil acessos em pouco tempo. Emocionado, me falou, “da noite para o dia passei a ser procurado por jornais, televisão, e muitos do exterior, querendo ouvir minha história. Foram muitos, o que me deixava feliz e assustado, pois não sabia lidar com tudo aquilo”.

O badalado estilista Walério Araújo viu seus desenhos e o procurou, levando José Carlos para São Paulo, onde foi confeccionada sua tão sonhada coleção, mostrada em uma edição da São Paulo Fashion Week. Uma linha inteira inspirada em Chanel, que ele passou a conhecer por imagens de um livro que ganhou.

Sua saúde frágil fez ele interromper, por um breve tempo, seus trabalhos. Mas agora se encontra em franca recuperação, com ajuda de amigos – em especial Rosimere Pella, que mora em Paris e, ao saber da história, através de uma amiga, veio ao Brasil, e está ajudando na elaboração de sua mais nova empreitada, que será lançada em breve. Que todos os deuses e Mademoiselle Chanel protejam e iluminem esse menino, que já nasceu talentoso.