A crise financeira que atinge o país parece não ter abalado o novo mercado de publicidade em sacos de pão. Um bom exemplo é a PremiaPão, uma das principais empresas do ramo. O negócio foi criado na cidade de Recife (PE), em 2015, e no ano passado já faturou cerca de R$ 3,5 milhões, além de contar com 250 franquias. E uma das mais recentes franquias é a do casal Lucas Perpétuo e Renata Vidal, de Niterói.

A história de Lucas e Renata se repete a de muitos empreendedores atualmente. O desejo de ter o seu próprio negócio e a insatisfação com a carreira profissional, praticamente, obrigaram aos noivos a procurar soluções.

“Eu já pensava em trabalhar em algo meu há muito tempo e a ideia começou a ganhar força após sair do meu último emprego. Outro motivo foi que começamos a planejar o nosso casamento e teríamos que arrumar dinheiro”, disse Lucas. Renata completou: “o nosso primeiro plano era sair do país e tentar a vida na Europa, mas seria algo para o ano que vem, já que eu ainda estava trabalhando. Quando fui demitida, começamos a pensar seriamente no que faríamos. Foi quando o Lucas me chamou para ir em uma palestra sobre franquias. Nesse encontro fomos convidados para uma feira de franquias no Riocentro e lá, mesmo com mais 300 empresas, a que mais nos chamou a atenção foi a PremiaPão”.

A função do empreendimento pernambucano é, basicamente, divulgar marcas de empresas nos 34 módulos encontrados nos sacos de pão das padarias parceiras. Ao ser perguntado quais seriam as vantagens da divulgação nessa mídia alternativa, Lucas respondeu:

“mais de 90% da população brasileira compra pão e, geralmente, compram duas vezes por dia (manhã e noite). O alto impacto e o baixo custo são as maiores vantagens para os nossos anunciantes. São 30 mil tiragens por mês e a divulgação dos anúncios é itinerante, já que as embalagens serão levadas para ambientes familiar, profissional e social. Além da divulgação, oferecemos uma tabela de preços acessíveis para qualquer empresa que queira fortalecer a sua marca”.

Renata também acompanha Lucas e aposta no produto que tem em mãos. Para ela, o espaço do anúncio é visível, o custo-benefício vale a pena e ainda é visto por mais de uma pessoa, geralmente.

A chegada de franquias de sacos de pão com anúncios é algo recente em Niterói, mas já vem tendo um crescimento destacado nas padarias da cidade. Renata garante que a PremiaPão tem um diferencial.

“Nós premiamos os clientes. Os produtos sorteados vão de celulares a pacotes de viagens. E quem entrega os prêmios é a padaria, fazendo uma publicidade gratuita para o estabelecimento”, contou.

Os bairros escolhidos pelos dois para iniciar o negócio foram o Centro e o Barreto. Juntas, as regiões reúnem qualidades para começar um projeto comercial e, também, somam quase 100 mil habitantes.

“Escolhemos o Centro por ser um local comercial e, com isso, acaba tendo uma concentração de pessoas maior que o número de habitantes. Já o Barreto foi escolhido pelo seu forte crescimento imobiliário”, comentou Lucas, que procurou padarias bem classificadas na internet e que tivessem um bom ponto estratégico em ruas movimentadas.

Vale lembrar que as padarias não vão mais precisar arcar com os custos expressivos das embalagens, já que são cedidas pela própria PremiaPão. Segundo Lucas, os dois estudam a ideia de sortear prêmios para as padarias que ficarem com eles por, pelo menos, seis meses. Essa seria uma iniciativa de fidelização da dupla e não da PremiaPão.

Outro ponto forte da empresa são suas embalagens biodegradáveis. O saco de pão é totalmente ecológico, não afeta os alimentos e é certificado pela Anvisa. Além disso, a cada tiragem, empresa faz a plantação de uma árvore nativa. Com isso, as padarias que trabalham com a PremiaPão se tornam sustentáveis, deixando de utilizar o antigo saco de pão que agride o meio ambiente.

Assim, a PremiaPão cria um modelo de negócio sustentável em todos os aspectos, pois capacita e beneficia o franqueado, seus anunciantes, o cliente final e a natureza.

Aos interessados em divulgar sua marca ou conhecer melhor a proposta podem segui-los no Instagram: @premiapaoniteroi ou entrar em contato pelo celular: (21) 99187-2317.