Projeto será financiado pelo BNDES sem a necessidade de reembolso pelo município

 A prefeitura de Niterói vai investir R$ 2,9 milhões no reflorestamento de 2,5 milhões de metros quadrados de áreas do município, com financiamento, sem necessidade de reembolso, do BNDES. O contrato para a liberação do dinheiro foi assinado nesta semana pelo prefeito Rodrigo Neves e a diretora do banco, Marilene Ramos. O projeto de reflorestamento de Niterói foi aprovado depois de uma rigorosa seleção. A cidade foi a única do estado a constar entre os 12 projetos de reflorestamento aprovados pelo BNDES em todo o país.

“Esse programa veio em boa hora. Em 2013 traçamos uma meta ousada para termos uma cidade mais sustentável. Em 2014, nós criamos o Niterói Mais Verde, um programa que prevê várias ações, incluindo a produção de viveiro de mudas. Hoje temos três viveiros que, juntos, produzem quase cem mil mudas por ano. Criamos também um programa de proteção de áreas verdes. Em 2014 eu assinei um decreto protegendo 20 milhões de metros quadrados de áreas verdes na cidade. Graças a isso, Niterói é a cidade que tem a maior área protegida no estado”, disse o prefeito.

Durante 18 meses de trabalho, a equipe técnica da prefeitura, comandada pelo secretário Executivo de Niterói, Axel Grael, discutiu com técnicos do BNDES os detalhes do projeto até conseguir sua aprovação. No programa de reflorestamento apresentado ao banco estão incluídas áreas de preservação da cidade, como as Ilhas Pai e Mãe, o Parque da Cidade e a Serra da Tiririca.

A diretora do BNDES, Marilene Ramos, disse que o banco está investindo R$ 40 milhões em 12 projetos de reflorestamento em todo o país e que Niterói é a única cidade do Rio a se credenciar para receber parte desse investimento.

“O Brasil tem uma meta de reflorestar 12 milhões de hectares de vegetação no país até 2030. É uma meta ousada e projetos como esse, apresentado pela prefeitura de Niterói, mostram como se pode fazer, com a inclusão social e com resultados efetivos para a população e para o nosso patrimônio natural”, disse Marilene Ramos.

Durante a assinatura do financiamento, Rodrigo Neves destacou que o morador de Niterói também pode colaborar com o programa de reflorestamento na cidade. “Temos um programa onde o cidadão pode participar, pegando mudas nos nossos viveiros e, assim, ajudar a cidade a ser ainda mais verde. Basta acessar o site da prefeitura (www.niterói.rj.gov.br) e pedir a sua muda de mata atlântica, inclusive muda de árvore frutífera, que pode ser plantada em qualquer lugar da cidade”, finalizou.