Lidar com o diabetes da criança e do adolescente requer atenção, serenidade, firmeza, sobretudo carinho e atenção. Podemos observar que o “ser diferente” de hoje em dia é cada vez mais normal. Nossa sociedade, mesmo com todos seus defeitos, vem conseguindo respeitar e aceitar o novo, o diferente.

O fato é que, hoje, a criança e o adolescente com diabetes são vistos com muito mais naturalidade e podem chegar a uma vida adulta com capacidade de exercer atividades normais e produtivas, como é o caso de atletas, empresários, artistas etc.

É preciso porém, que os níveis de açúcar no sangue sejam mantidos próximos da normalidade para afastar complicações capazes de afetar os olhos, os rins, o coração e o sistema nervoso.

Podemos observar que o diabetes exige disciplina, monitoração e tratamento contínuo, mas nada disso impede que a criança e o adolescente aproveite de maneira plena tudo que sua idade têm a lhe oferecer.

O controle do Diabetes Mellitus infanto-juvenil é feito por aplicações de insulina, em conjunto com uma alimentação balanceada e a prática regular de exercício físico.

Diante disto, temos quatro fatores importantes para a manutenção da qualidade de vida de qualquer pessoa, mas no caso das crianças e adolescentes com diabetes, são vitais: 1 – alimentação; 2 – atividade física; 3 – repouso; 4 – afeto.

Nesses quatro pilares estão baseados o sucesso do tratamento. Um abraço, até a próxima!