Prefeitura firmou parceria público-privada para recuperar e gerir o espaço

O Mercado Municipal Feliciano Sodré, desativado há mais de 30 anos, será reformado e transformado em um polo dedicado à arte de comer e beber bem. A estimativa é que as obras comecem nos próximos meses. A inauguração está prevista para o segundo semestre de 2019.

“O Mercado Municipal será uma referência no estado, promovendo o encontro entre urbano e rural, trazendo a produção hortifrutigranjeira para a Cidade, junto à gastronomia, queijarias, temperos e cervejarias artesanais. Não será uma série de lojas, mas uma experiência gastronômica, de cultura e lazer. O mercado vai promover a revitalização da área, estimular a economia da região e o turismo, gerando empregos e renda”, comentou o prefeito Rodrigo Neves.

Ele aponta que essa é mais uma das iniciativas para estimular a geração de empregos, e destaca outras ações do governo, como a redução da alíquota de ISS para o setor hoteleiro, com o objetivo de incentivar novos negócios; a regulamentação da Lei dos Cervejeiros; a criação do Polo Cervejeiro e da Rota Gastronômica da Região Oceânica; e a Lei do Audiovisual, que pretende transformar a Cidade em referência do setor.

“O projeto de revitalização do mercado visa retomar a memória afetiva do município, em relação ao equipamento. A Prefeitura está buscando parcerias no setor privado para realizar grandes projetos, e essa parceria público-privada (PPP) é mais um desses exemplos. As obras serão custeadas integralmente pelo consórcio, e a população será beneficiada pelo resgate da sua história”, explicou a secretária de Planejamento, Modernização da Gestão, Orçamento e Controle, Giovanna Victer.

A PPP que será firmada entre a Prefeitura e o consórcio Novo Mercado Municipal de Niterói, vencedor da licitação, garante investimento de R$ 65 milhões em três anos, sendo R$ 25 milhões na reforma do atual prédio.