Niterói recebeu uma homenagem do governo da Bélgica pela preservação do Campo de São Bento, projeto do arquiteto belga Arsênio Puttemans. O prefeito Rodrigo Neves recebeu o prêmio para o patrimônio belga no exterior do cônsul-geral do país, Jean-Paul Charlier, na terça-feira (10), em seu gabinete.

“O Campo de São Bento é um dos principais espaços públicos de convivência dos niteroienses, das crianças aos idosos, de todas as regiões da cidade. É o parque público mais visitado, um dos espaços mais bucólicos e agradáveis e tem um simbolismo muito importante para Niterói. O Campo mantém as características originais, representando uma das presenças mais marcantes da cultura e da migração belga para o Brasil”, explicou Neves.

O parque, que completa 110 anos em 2018, recebeu novos investimentos para melhorar ainda mais sua conservação. A Prefeitura também está elaborando, junto com o governo da Bélgica, uma programação especial, com a duração de uma semana, para comemorar o aniversário do local.

“Estou muito feliz de receber esse prêmio. Niterói vem atraindo investimentos importantes em várias frentes, e esse relacionamento cultural com o governo belga pode se desdobrar também em relações econômicas”, completou o prefeito.

O cônsul-geral da Bélgica no Brasil, Jean-Paul Charlier, explica que a homenagem é concedida pelo Serviço Público Federal de Relações Exteriores, Comércio Exterior e Cooperação e Desenvolvimento do Reino da Bélgica e pela Fundação Rei Balduíno.

“É um prazer entregar esse reconhecimento para Niterói. O Campo de São Bento é um lugar idílico e familiar, quase encantado, e mantém o desenho e muitas características originais do projeto. O prêmio quer valorizar o que os cidadãos belgas realizaram no exterior e destacar as raízes do patrimônio e as relações culturais entre os países”, afirmou Jean-Paul.