Exposição e mães
Dentre as homenagens pelo Dia das Mães, o Central Prime apresenta uma exposição com importantes fotógrafos da cidade, que traduziram sob ótica própria o sentimento de maternidade. Participam Renato Moreth, Gustavo Stefan, Sorayha Caetano, Lucas Magno, Marcello Almo, Evelen Gouvêa, Pedro Marques e Bruno Rodrigues. A mostra vai até o dia 13 de maio.

Congresso
A dermatologista Eloisa Ayres participou do 30º Congresso Brasileiro de Cirurgia Dermatológica, CBCD, em Belo Horizonte. Durante o evento, ela lançou a segunda edição do seu livro ‘Preenchedores’ (Guanabara Koogan/ GEN), escrito em parceria com dermatologista Maria Helena Lesqueves Sandoval; além de realizar uma palestra sobre um novo preenchedor para rejuvenescimento facial e melasmas de difícil tratamento.

Homenagens
No mês dedicado às mães, a Comissão OAB Mulher da Subseção Niterói, presidida por Helga Mansur, realizará um evento especial com homenagens em torno do tema central “O direito de ser mãe”. A programação acontece no dia 9 de maio, às 18h, no auditório da entidade. Dentre as homenageadas: a procuradora Simone Benício Ferolla, da 5ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça/RJ; as advogadas Carmen Lucia Rodrigues de Barros Braga, Débora do Amaral Ferraz, Marcelle Fontes; Déa Lucia Amaral, mãe do ator Paulo Gustavo; Marta Lage, mãe da atriz Natalia Lage, bem como a funcionária Carla Oliveira, representando as mães da OAB-Niterói.

Leilão
Esse ano, o Plaza Shopping vai contemplar o Quintal de Ana, com um leilão tendo renda revertida para a entidade, presidida pela advoga Barbara Toledo. A homenageada da noite será Maria Alice Toledo Gaspar, uma das grandes incentivadoras dos movimentos sociais da cidade.

Moda em crise
Niterói perde mais uma referência no setor da moda. A Bambini by Ester Rachel fecha neste mês a loja da Lopes Trovão que, durante décadas, foi endereço para quem faz o estilo clássico, ou procura por trajes de festa. Um baque na elegância da cidade!
 

Chama a assessoria!
Em tempos de baixa popularidade, parece que nossos políticos estão partindo para o tudo ou nada, sem medo do amanhã. O que levou o presidente Temer a se aventurar na “presença solidária”, durante o combate ao incêndio no prédio da Polícia Federal em São Paulo? Ainda bem que só levou vaia. Vale um conselho: ouve seus assessores, vai!

O Brasil que não queremos
No Dia do Trabalhador, o estádio do Engenhão ficou superlotado. Nada de jogão de bola, eram desempregados procurando por postos de trabalho oferecidos numa iniciativa de segmentos da igreja católica. Se esse quadro de desemprego não for revertido, o que poderemos esperar do futuro brasileiro? Ainda mais quando pesquisas da UFF, em parceria com a Universidade Federal de Pernambuco e a Fiocruz, comprovam o impacto direto da desnutrição na saúde mental, acarretando, entre outros males, atraso na fala, apatia e baixa interação social. Com certeza, não é esse o País que queremos.

Divas para sempre
Noivas, madrinhas e convidadas: quem não quer uma make intacta por horas e horas de festa? Nada complicado: máscara de argila para preparo da pele antes de começar a maquiagem, e um bom primer, logo depois do filtro solar. A dica é da maquiadora Nina Nunes, do Ateliê da Nina. Ela garante que, feito isso, você vai divar do início ao fim do seu evento.

Que País é esse?
A coluna se solidariza com a empresária e amiga Raquel Alt pelo fechamento de sua rede de lojas Shop 126, um patrimônio de nossa cidade. Raquel, durante 41 anos, conduziu com seriedade e sucesso sua marca, que foi ícone e referência, além de ter marcado toda uma geração de mães elegantes para suas filhas. Considerada uma das melhores pagadoras do mercado, ela se viu sofrendo as crises e demandas injustas do nosso País, que nada faz para ajudar empresários corretos e sérios, em momentos de dificuldades. E o pior, faz de tudo para dificultar! No caso de Raquel, é o fim de um projeto e sonho, mantidos carinhosamente ao longo dos anos. Apesar disso, esperamos que ela possa voltar logo a nos presentear com seu bom gosto, marca registrada do seu trabalho. Estamos na torcida!

Absurdo
Uma das grandes cantoras de blues do Brasil, a niteroiense Adriana Ninsk, viu seu nome ser vetado pela organização do Festival Tudo Blues, que deve acontecer no Teatro da UFF. Uma alegação absurda, por parte dos organizadores e curador do evento, diz que Adriana não poderia participar por ter se apresentado várias vezes no teatro. Essa estúpida postura demonstra desinformação e falta de sensibilidade, tendo em vista que Adriana é uma cantora de sucesso, capaz de levar grande público em suas apresentações. Nem tudo é Blues, sem Adriana Ninsk.