Mês: fevereiro 2019

‘Um Mergulho no Céu’ em Niterói

O encontro “Um Mergulho no Céu” reuniu 40 participantes no auditório do edifício Tiffany, na Moreira César, em Icaraí, interessados na visão de futuro para os caminhos individuais com o astrólogo e coach José Maria Gomes Neto, que ressaltou que em 2019 Júpiter segue por Sagitário e isso significa que vamos vivenciar a abertura de uma porta que só se abre a cada 12 anos. O estudo da astrologia, segundo José Maria, é perceber as qualidades que se expressam na vida de uma pessoa que já nasce com um mapa, um registro do céu no momento do seu nascimento. Cada mapa astral é único. Para quem deseja se aprofundar em conhecimentos de astrologia e coach, em abril vai acontecer no mesmo local uma oficina de astro coach, ministrada por José Maria e pela coach empresarial Ana Beatriz Mendonça. Contatos: (21) 999138585 ou...

Read More

Blocos abrem, neste sábado, o carnaval em Niterói 

Prefeitura monta esquema especial e a expectativa é de que o número de foliões seja ainda maior que o de 2018 O carnaval de Niterói começa neste sábado (16) com blocos no Centro, Icaraí e Barreto. A folia na cidade vai até o dia 24 de março e contará com 85 blocos, em todas as regiões, além das tradicionais festas nos bairros e do desfile de 32 escolas de samba na Rua da Conceição. A Prefeitura de Niterói montou esquema especial para garantir a segurança e a organização dos eventos. A expectativa da Niterói Empresa de Lazer e Turismo (Neltur) é...

Read More

Niterói decreta luto pela morte de Ricardo Boechat

A Prefeitura de Niterói decreta, nesta segunda-feira (11-02), luto oficial de três dias pela morte de Ricardo Boechat. Nascido em Buenos Aires, capital da Argentina, o jornalista morou em Niterói durante grande parte de sua infância e adolescência. Em toda sua carreira profissional, Boechat demonstrou carinho especial por Niterói, onde ainda vivem sua mãe e familiares. Em suas notas e comentários, o jornalista atuou em defesa dos niteroienses e exaltou as características da cidade. Boechat, de 66 anos, morreu na queda de um helicóptero no início da tarde de hoje (11) em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a...

Read More

A não capital mais desejada do Brasil

Niterói pode ser orgulhar! A cidade foi eleita a não capital mais desejada por quem busca imóveis no Brasil, segundo pesquisa da ZAP Imóveis, divulgada para o jornal O Globo. O levantamento, feito anualmente, refere-se a 2018, mas desde 2015 Niterói se mantém no topo da lista. As cidades de Campinas, Santos, Ribeirão Preto e São José dos Campos, todas em São Paulo, completam, respectivamente, o top...

Read More

R.O. recebe seis postos salva-vidas

A beleza das praias da Região Oceânica atrai milhares de banhistas durante todo o ano, mas, com tantas visitas, elas também registram um alto índice de afogamento – um dos mais altos em todo o Estado. Para fortalecer a vigilância, apoiar o ecoturismo e ainda melhorar o ambiente de trabalho dos bombeiros, a Prefeitura vai construir seis postos de salva-vidas fixos: inicialmente serão dois em Piratininga, um em Camboinhas, outro em Itaipu e mais um em Itacoatiara. Posteriormente, após reconstrução do trecho do calçadão, será construído mais um posto, na ponta esquerda de Piratininga. Essa medida integra o Programa Região Oceânica Sustentável (PRO-Sustentável) e é muito importante para reduzir os índices de acidentes nas...

Read More

Mochila deve ter no máximo 10% do peso corporal para não prejudicar coluna

Maioria dos estudantes carrega mais peso do que deveria, o que aumenta risco de lesões e problemas na coluna Para a maioria das crianças as férias chegaram ao fim. A volta às aulas é um período em que os pais precisam pensar na compra do material escolar, uniformes, na adaptação a uma nova rotina, nova escola ou até mesmo em uma nova turma. Entretanto, existe um aspecto da vida escolar que nem todos os pais se preocupam: a mochila escolar. De acordo com a fisioterapeuta, Walkíria Brunetti, especialista em RPG e Pilates, a maioria das crianças e adolescentes carrega mais peso do deveria. “Podemos dizer que a média de uma mochila escolar de uma criança de sete anos é de cinco quilos ou mais. O ideal é carregar até 10% do peso corporal. Um exemplo: uma criança que pesa por volta de 30 a 40 quilos, poderia carregar no máximo 3 kg”, disse. O ato de carregar mochilas pesadas prejudica a coluna e a região dos ombros. Isso pode levar a quadros de dores importantes. Outro ponto é que subidas, descidas, escadas e outros terrenos acidentados exigem uma postura mais ereta. “Com a mochila nas costas, a tendência é projetar o corpo para frente, forçando a coluna. Sem contar quando a mochila é carregada em apenas um ombro, descompensando totalmente a postura. Além das dores, se esse hábito for constante...

Read More

Eduardo Dussek faz show único no Teatro da UFF

O cantor e compositor Eduardo Dussek abre a programação 2019 da série “Show das 4”, no Teatro da UFF (Rua Miguel de Frias 9 – Icaraí), nesta quarta-feira (13) às 16h, com o show “Enquanto Houver Carnaval em Mim”. Além de brindar o público com alguns de seus grandes sucessos, apresenta novidades em uma apresentação solo. Com mais de 40 anos de carreira, Dussek encara esse desafio como um show para “sair da zona de conforto” – uma vez que quase sempre contou com uma banda, a “confortável tripulação”, como ele mesmo diz –, e agora se apresenta em um show pré-carnavalesco solo, mas com o mesmo entusiasmo. Sozinho no palco com seu piano, mantém o tom irreverente e debochado, tanto nas canções (incluindo as músicas românticas) quanto nos minitextos que as antecedem. Em releituras atuais com muito humor e romantismo, o público revê um pouco do melhor dos carnavais guardados no artista, que convida quem for prestigiar “para cantar, dançar ou simplesmente sentir”. “Eu nunca desisti da festa interna que borbulha dentro de mim. O Carnaval é uma representação das alegorias sociais. Tudo é profundamente teatral. Teatro puro, puro carnaval”, afirmou o artista, que também é ator e diretor teatral. Sua trajetória artística começou em 1973 como pianista, na peça Desgraças de uma criança, sucesso da época, que alavancou sua carreira como músico. Porém, apenas nos anos 1980...

Read More

Pesquisadores da UFF criam mão robótica para pacientes do SUS

O Brasil registra anualmente cerca de 40 mil casos de amputação causadas por acidente ou doença. O Sistema Único de Saúde (SUS), por sua vez, não consegue atender a demanda da população, pois a maioria das próteses robóticas são importadas e caras. Com foco nessa realidade, um grupo interdisciplinar formado por alunos dos cursos de Medicina, Computação, Engenharia e de Telecomunicações da UFF se reuniu e criou o Projeto da Rede Acadêmica de Cibernética e Humanidades (Reach), com a finalidade de desenvolver próteses de baixo custo. De acordo com o coordenador do Núcleo de Estudos de Tecnologias Avançadas (NETAv), Ricardo Campanha Carrano, a preocupação com a causa social, em especial com os pacientes amputados atendidos pelo SUS, mobilizou alunos e professores a participarem do trabalho, reunindo 63 participantes. Segundo ele, o Projeto Reach, que completa dois anos em junho de 2019, é uma iniciativa exclusivamente de alunos. O grupo empreendedor buscou em laboratórios e departamentos da UFF apoio para o projeto. A iniciativa fez com que muitos professores se prontificassem a ajudar, orientando alunos, apresentando a outros parceiros, dentro e fora da universidade. O professor da Engenharia de Telecomunicações, João Marcos Meirelles, e o pesquisador do Laboratório MidiaCom, Flávio Seixas, são exemplos de docentes que se dispuseram a ajudar e hoje são peças-chave na...

Read More