Siga o Folhanit:  

Cidade Niterói

11/08/2017 às 18:43

Niteroienses decidirão, em outubro, se Guarda Municipal será armada

Data foi anunciada durante formatura de agentes na Cidade da Ordem Pública


A Prefeitura de Niterói fará uma consulta pública no dia 29 de outubro para saber a opinião dos moradores da cidade sobre o armamento da Guarda Municipal. O anúncio foi feito pelo prefeito Rodrigo Neves durante a formatura de 91 guardas no Curso de Qualificação Profissional (CQP), na Cidade da Ordem Pública, no Barreto. A Prefeitura de Niterói já publicou no Diário Oficial o decreto que regulamenta o plebiscito.

Mesmo contando com amparo legal, Neves quer ouvir a população antes de tomar uma decisão. Poderão participar todos os moradores que estiverem com seus direitos eleitorais assegurados na data da consulta. Nos locais de votação o eleitor deverá assinalar “sim” ou “não” a uma pergunta direta na cédula eleitoral: “Você é a favor do uso de armas de fogo pela Guarda Municipal de Niterói? ”

 “No nosso governo, a prefeitura tem sempre esse olhar de consultar e dialogar com a sociedade. Por isso, queremos ouvir a população sobre essa decisão estratégica tão importante, que é armar ou não a Guarda Municipal”, disse o prefeito, que completou: “o cidadão de Niterói vai decidir sobre o novo papel que a Guarda deve exercer diante dos desafios da segurança pública”.

Neves também destacou os investimentos feitos na Guarda nos últimos anos, com ênfase na formação e treinamento dos agentes. “Essa é uma decisão muito estratégica e muito importante para Niterói. A Guarda não substituiria a Polícia Militar no confronto direto à criminalidade, ao tráfico de drogas. Ela faria aquilo que a PM deixou de fazer na cidade por falta de efetivo, por falta de infraestrutura, que é a ação ostensiva nos locais de grande movimentação, para que a gente tenha uma Niterói melhor para se viver”, enfatizou.

O Curso de Qualificação Profissional, com ênfase em gestão e estratégia, teve carga horária de 336 horas e foi destinado aos guardas que têm entre 10 e 20 anos de efetivo serviço. Os agentes aprenderam sobre gestão de conflitos, conhecimento do espaço urbano, o papel dos movimentos sociais, sistemas de inteligência e saúde física e mental. Participaram da formação 88 guardas de Niterói, dois de Rio Bonito, e um de Silva Jardim.

“Ganhamos uma nova sede com a construção da Cidade da Ordem Pública, tivemos nosso efetivo dobrado e estamos apostando na qualificação dos nossos agentes com a realização de cursos como este, que tem um corpo docente de excelência formado por mestres e doutores. Até 2020, chegaremos a mil guardas na cidade, que é o limite permitido”, disse o secretário municipal de Ordem Pública, Gilson Chagas.

O voto não será obrigatório e as pessoas só poderão votar nas zonas eleitorais onde residem. Serão quatro locais de votação em cada uma das dez zonas eleitorais da cidade, totalizando 40 locais, que estarão abertos das 8h às 17h, no dia 29. Na hora de votar, o eleitor deverá apresentar um documento oficial de identidade com foto e o título de eleitor. Se a maioria simples dos consultados se manifestar favoravelmente à questão, a medida será adotada na cidade de acordo com a política de segurança pública em vigor.


Sede: Av. Ernani do Amaral Peixoto, 171 - Sala 805 B - Centro - Niterói - RJ - Tel/fax: (21) 2610-9120 | 2611-5400 - Folha de Niterói. Todos os direitos reservados
2011 | Website desenvolvido por Movementes Comunicação na Web