Autor: Folha de Niterói

Programa de ações pode colocar Niterói na vanguarda do setor audiovisual

O prefeito Rodrigo Neves recebeu o Ministro da Cultura (MinC), Sérgio Sá Leitão, no Museu de Arte Contemporânea (MAC), na última sexta-feira (18), para tratar de futuras parcerias entre a prefeitura – que acaba de lançar seu Sistema Municipal de Financiamento à Cultura – e o Ministério. Um dos campos em que Sá Leitão está empenhado em viabilizar parcerias para Niterói é o do audiovisual. Neste sentido, as equipes do MinC, da Secretaria municipal de Cultura e da Fundação de Arte de Niterói (FAN) vão elaborar um pacote de ações para alavancar a cidade no cenário internacional do audiovisual, transformando o município num polo importante para o setor, atraindo emprego, renda, visibilidade e colocando-a como local para produções, já em 2018. “Niterói tem patrimônios históricos, belezas naturais e grande vocação para o setor cultural e audiovisual. Assim, vamos alinhar um programa ambicioso, porém viável, aproveitando todo esse potencial da cidade”, ressaltou Neves. O ministro Sá Leitão fez coro ao prefeito: “Niterói já tem uma vocação natural para o audiovisual, inclusive com a faculdade de cinema da Universidade Federal Fluminense (UFF), que é uma referência”, disse. Entre as iniciativas planejadas na reunião, há editais de apoio e desenvolvimento de audiovisual, eventos internacionais, festivais e estruturação e ativação de equipamentos culturais da...

Read More

Guardas terão curso de capacitação em comunicação empática e comportamento não verbal

Até outubro, os 594 guardas municipais de Niterói participarão do curso de capacitação em comunicação não violenta e comportamento não verbal. As aulas, que terão início no dia 1º de agosto, acontecem na Cidade da Ordem Pública, no Barreto, e serão ministradas pela perita carioca Mônica Azzariti, que é instrutora do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar. A comunicação não violenta, conhecida também como comunicação empática, tem como objetivo encontrar a melhor forma para que se fale o que considera importante sem culpar o outro, envergonhá-lo, coagi-lo ou ameaçá-lo. É muito útil para resolver conflitos e conectar-se aos outros, vivendo de um jeito consciente. No treinamento, Mônica Azzariti aplica os conceitos de neurociência para que as ações impulsivas e os erros dos agentes de segurança sejam evitados. A instrutora aponta que é necessário que o agente de segurança encontre resoluções e as melhores atitudes verbais que o auxiliem em sua relação com a comunidade, beneficiando, com isso, sua atividade profissional e a imagem da instituição. De acordo com Mônica, o treinamento contribui para valorização dos agentes e apresenta resultados bastante significativos em sua atuação a partir da compreensão do que é linguagem não verbal e comunicação não violenta. “A primeira coisa que temos que pensar é que falamos além das palavras. O agente, tanto ao analisar o comportamento do outro, antecipando um comportamento violento, quanto ao saber que...

Read More

Caricaturas de Noel Rosa na Sala Carlos Couto

Neste mês de agosto, a Sala Carlos Couto se rende ao “Poeta da Vila”. Até o dia 31/08, o espaço, anexo ao Teatro Municipal de Niterói, vai abrigar a mostra “Noel é 100”, que reúne caricaturas do sambista Noel Rosa. Com a curadoria de Zé Roberto Graúna, a mostra é composta por 53 obras, entre trabalhos premiados no concurso nacional realizado pelo IMMuB. Caricaturas de artistas convidados e também do consagrado caricaturista Antônio Nássara fazem parte da exposição, que tem abertura agendada para terça-feira (08) às 19h, com direito a apresentação musical do Rio...

Read More

Quinteto Lorenzo Fernandes na Quarta Clássica do Municipal

O Quinteto Lorenzo Fernandez se apresenta no Teatro Municipal de Niterói, no projeto Quarta Clássica, na quarta-feira (26) às 19h. O grupo, que nasceu através do trabalho desenvolvido no Quinteto Experimental de Sopros da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), tem o objetivo de difundir a música de qualidade, seja brasileira ou estrangeira, contemporânea ou de outra época, sem distinguir estilos em seu repertório. Fundado em 2011, o quinteto formado por Rômulo José (flauta), a niteroiense Juliana Bravim (oboé), César Bonan (clarineta), Alessandro Jeremias (trompa) e Jeferson Souza (fagote) apresenta músicas de Azael Neto e Rodrigo Marconi, que compuseram peças especialmente para o grupo, à tradição de Lorenzo Fernandez, patrono do...

Read More